HORÁRIO VISITA: Terça a domingo das 10h às 18h
  • Início

O quarto episódio da 2ª temporada de “Em Casa d’Amália” junta os guitarristas António Chaínho, José Manuel Neto e Ângelo Freire e na viola Carlos Manuel Proença em mais uma tertúlia inesquecível. Uma produção da RTP e da Fundação Amália Rodrigues. Veja aqui o episódio da semana na RTP Play, gravado no icónico salão da casa de Amália – hoje uma Casa-Museu aberta ao público.

O programa inspirado nas célebres noites em que Amália Rodrigues recebia em sua casa, poetas, cantores, pintores, músicos, atores para tertúlias infindáveis, regressou à RTP para a 2ª temporada!

A Fundação Amália Rodrigues volta a juntar-se à televisão pública portuguesa na produção dos episódios de “Em Casa d’Amália”. Pela mão de José Gonçalez, continuaremos a falar sobre a nossa cultura, a nossa história, a nossa realidade atual transmitida muitas vezes através do Fado, e, sobretudo, sobre a ‘nossa’ Amália.
Nada melhor que voltar à Rua de São Bento, à casa do expoente máximo da cultura musical portuguesa, cá dentro e lá fora, à sala que foi palco de inúmeras noites memoráveis. Aqui vamos repor as tertúlias em que artistas, músicos, autores, compositores, poetas, pintores, pensadores e amigos, em conversas informais, visam constituir também um documento sobre o Fado para a posteridade, e partilhar memórias, vivências, experiências e saberes.

“Bem-Vinda Sejas, Amália”, exposição de homenagem a Amália Rodrigues, inaugurou no Município de Portimão no dia 12 de Dezembro, no Museu de Portimão, e estará em exibição até 10 de Janeiro de 2021.

Produzida pela Fundação Amália Rodrigues para celebrar o centenário do nascimento de uma das mais importantes figuras da cultura portuguesa do último século, esta mostra itinerante dá a conhecer aos portugueses, de norte a sul, a singularidade de Amália enquanto mulher e artista.

Esta iniciativa, que conta com o patrocínio oficial da Delta Cafés, está incluída no programa nacional de Comemorações do Centenário do Nascimento de Amália que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

“Bem-Vinda Sejas, Amália” já passou por Braga, Maia, Fundão, Viana do Castelo, Odemira, Ourém, Lisboa (Santa Casa Alfama), Lagoa, Alter do Chão, Crato e seguirá ainda para Barcelos, Alcochete, Montemor-o-Velho, entre outros municípios a anunciar.

Em ano de centenário do nascimento de Amália Rodrigues, a Fundação Amália Rodrigues apoia o disco de homenagem “Amália por Cuca Roseta”, onde a fadista interpreta temas de Amália.

O disco, que saiu no fim de maio do presente ano, trata-se sobretudo de um agradecimento pessoal a uma mulher e a uma obra que, desde o primeiro momento, se tornaram um alicerce fundamental para o crescimento artístico enquanto fadista de Cuca.