SITE EM CONSTRUÇÃOVisite a Casa Museu

  • Home

Lisboa, 22 de Maio de 2020 – No ano da celebração do centenário do nascimento de Amália, a Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para produzir uma série de programas gravados na icónica casa da artista, hoje uma Casa Museu aberta ao público.

Em “Casa d’Amália” junta José Cid, António Pinto Basto, Miguel Ramos, Ângelo Freire e Flávio Cardoso em mais uma tertúlia inesquecível. Uma produção da RTP e da Fundação Amália. Veja aqui o episódio da semana na RTPPlay.

Lisboa, 24 de Abril de 2020 – No ano da celebração do centenário do nascimento de Amália, a Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para produzir uma série de programas gravados na icónica casa da artista, hoje uma Casa Museu aberta ao público.

Em “Casa d’Amália” junta FF, José Luís Geadas, Maria Emília, Maura Airez, Buba Espinho, Tiago Correia e João Filipe em mais uma tertúlia inesquecível. Uma produção da RTP e da Fundação Amália. Veja aqui o episódio da semana na RTPPlay.

Lisboa, 17 de abril de 2020 – No ano da celebração do centenário do nascimento de Amália, a Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para produzir uma série de programas gravados na icónica casa da artista, hoje uma Casa Museu aberta ao público.

 
Em “Casa d’Amália” junta Rui Veloso, Kátia Guerreiro, Hélder Moutinho, João Mário Veiga e Pedro de Castro em mais uma tertúlia inesquecível. Uma produção da RTP e da Fundação Amália. Veja aqui o episódio da semana na RTPPlay.

Lisboa, 06 de abril de 2020 – No ano da celebração do centenário do nascimento de Amália, a Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para produzir uma série de programas gravados na icónica casa da artista, hoje uma Casa Museu aberta ao público.

Em Casa d’Amália é um programa inspirado nas célebres noites em que Amália Rodrigues recebia em sua casa, na Rua de São Bento, Poetas, Cantores, Pintores, Músicos, Atores, mas acima de tudo amigos, para tertúlias infindáveis, que entravam pela noite dentro.
Em todos os programas fazemos uma tertúlia, naquela que foi a casa de Amália, com aqueles que fazem e fizeram a história do Fado. Um Património que faz parte da história coletiva de todos nós e que cada vez mais é acompanhado e apreciado por todas as gerações, seja no nosso país seja além fronteiras.
Em Casa d’Amália, pela mão de José Gonçalez, vamos falar sobre a nossa cultura, a nossa história, a nossa realidade atual transmitida muitas vez através do Fado. Queremos também falar do passado com o conhecimento do presente, mas acima de tudo rumar ao futuro do Fado. Uma canção identitária de um Povo, convertida e elevada à condição de Património da Humanidade.
Assim, nada melhor que voltar à Rua de São Bento. À casa do expoente máximo da cultura musical portuguesa, cá dentro e lá fora, à sala que foi palco de inúmeras noites memoráveis. Aqui vamos repor as tertúlias em que artistas, músicos, autores, compositores, poetas, pintores, pensadores e amigos, em conversas informais, visam constituir também um documento sobre o Fado para a posteridade, e partilhar memórias, vivências, experiências e saberes.
No programa de estreia, Jorge Fernando, que foi guitarrista de Amália, é o convidado central de uma tertúlia que junta duas das maiores figuras da música portuguesa da atualidade: Ricardo Ribeiro e Dino D´Santiago. Junta-se a eles nesta conversa informal um dos mais brilhantes guitarristas portugueses, Custódio Castelo.
Jorge Fernando conta-nos algumas das histórias vividas com Amália e muitas outras histórias à volta dos seus temas. Ricardo Ribeiro brilha com a sua música e fala-nos do Fado na sua vida. Dino D´Santiago revela-nos a importância da música para si. Mas esta tertúlia só fica completa com a chegada da nossa convidada surpresa… Ana Moura.
Uma noite única onde o Fado é o elemento de união!

No passado dia 23 foi divulgado pela Fundação Amália Rodrigues o programa de Comemorações do Centenário do Nascimento da Fundadora. A Fundação propõe-se a realizar um conjunto de eventos comemorativos, tanto a nível nacional como além fronteiras.

Iniciativas já programadas:

  • Missa Campal a realizar-se na Herdade Amália, no Brejão, evocando a sua memória (Outubro);
  • Espetáculo, em honra de Amália, no Brejão (Outubro);
  • Concertos “Amar Amália”, em Lisboa (5 de Outubro); em Guimarães (8 de Novembro) e no Porto (16 de Novembro);
  • Exposição Amália Rodrigues, a realizar nos Centros Comerciais da SONAE
  • Exposição Itinerante – Conceção de um programa expositivo, modular e de fácil transporte, que leve a Vida e a Voz de Amália a todo o país em parceria com as Câmaras Municipais e a países estrangeiros;
  • Roteiro Amaliano-Levantamento, a nível nacional, de todos os locais (avenidas, ruas, jardins, miradouros, arte urbana) aos quais foi atribuído o nome de Amália Rodrigues;
  • Concertos em Lisboa, Porto e outras cidades-Realização de espetáculos em Lisboa, Porto e outras cidades do país, ao longo de 2020;
  • Atividades culturais na Casa-Museu-Realização de tertúlias, debates e eventos culturais que dinamizem e tragam novos públicos à Casa Museu;
  • Relógio Comemorativo do Centenário-Parceria com a Tissot;
  • Emissão de Selos Comemorativa do Centenário-Parceria com a CTT;
  • Vinho Comemorativo do Centenário;
  • Grande Gala do Centenário “Amália Rodrigues” – Homenagem a artistas, poetas e músicos distinguidos com os Prémios Amália (3 de outubro de 2020);
  • Recriação da Casa das Flores na Herdade Amália-Pintura da Casa das Flores, na Herdade do Brejão, recriando as pinturas originais de sua autoria e com envolvimento da população local.

O Plano de Comemorações do Centenário do Nascimento de Amália Rodrigues a realizar pela Fundação pretende:

  • Divulgar o legado e a memória de Amália Rodrigues por todo o país;
  • Abrir as portas da Casa Museu à sociedade portuguesa e dar a conhecer o seu património material, imaterial, documental e iconográfico;
  • Envolver a Sociedade nas Comemorações do Centenário da Diva do Fado, pela qual o povo português tem tanta admiração;
  • Angariar receitas para cumprir a missão da Fundação, permitindo-lhe apoiar pessoas desfavorecidas;
  • Dar a conhecer as perspetivas do desenvolvimento da Fundação, honrando a obra, a vida e a memória da sua Fundadora, recordando e homenageando a grande figura emblemática que foi Amália Rodrigues e o seu contributo para a promoção e divulgação da Portugalidade, aquém e além fronteiras.

O Programa das Comemorações conta com o Alto Patrocínio de sua Excelência o Sr. Presidente da República.

  • 1
  • 2